quinta-feira, 25 de novembro de 2010

O mérito da Viagem


Seguir as indicações... ou desbravar o seu caminho?

sábado, 23 de outubro de 2010

Nota solta

Nota solta paira... deixa-se levar...

O que toca depende do ouvido que a escuta, da pele que a sente, do que passa numa mente.
Acompanha um pensamento, revigora um momento...


Que música tocamos nós?

terça-feira, 28 de setembro de 2010

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Energia


"Aprendi através da experiência amarga a suprema lição: controlar minha ira e torná-la como o calor que é convertido em energia. Nossa ira controlada pode ser convertida numa força capaz de mover o mundo." Gandhi

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Deixar fluir


Ira mansa que consome, revolta a estrada, fica irada.
Sinaléticas do caminho bem visíveis e apetecíveis.
Fluir, permitir, soltar, voar...
!

terça-feira, 27 de julho de 2010

Folha


Folha solta, paira no ar quente de verão, saboreia tudo o que a rodeia.
Folha solta, livre, plena, de reflexos pouco lúcidos...
Folha solta, sem receios de roçar o chão ou terminar a sua viagem,
Folha... só FOLHA!

Ponto

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Reflexo

A imagem percepcionada

Embora presente e espelhada... testemunha...
Ecoando a nova verdade turva,
Que olhos a vêm? Que sentidos despertam?


Olhos tranquilos, olhos sinceros...
Reveladores naturais de películas em partículas

Testemunham Paz

terça-feira, 1 de junho de 2010

Flor


No pequeno pormenor poderá estar todo o sentido.

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Mãos


São passado, são futuro,
São sentidas no presente,
Mostram linhas, mostram gente
Revela o que tens em frente.
Poder dar e receber,
Num gesto simples e quente
Gastas, ásperas ou macias
São parte do gesto da mente.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Caminhante


Caminhante


segreda a textura do teu caminho
conta o cheiro da tua viagem
o que sentes enquanto quando vives?

Já não sabes de onde vens

nem queres saber para onde vais...


apenas aprecias a passagem



quarta-feira, 28 de abril de 2010

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Mendigo

Mendigo que vives da soleira da porta

Pés gretados, contam histórias de caminhos tentados

Olhos ausentes, reflectem a existência de vida para além de seu corpo

Mãos grosseiras, não sabem o que agarrar



Quantas histórias pretendes contar?

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Gota Breve









Com suavidade, suspiras
Transpiras confiança iluminada
Deslizas secretamente
Gota breve... és encantada

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Sentidos

Fechar os olhos
Querer descansar o olhar e...

Ver luz que encandeia
Zumbidos desinteressantes
Temperaturas desconfortantes
Gosto adocicado
Força bruta a reclamar

Acessórios de ilusão

quarta-feira, 7 de abril de 2010

terça-feira, 6 de abril de 2010

Lutas inesperadas








Medem forças e razões
passam medos e solidões
questionam os sentidos








limites desvanecem
a Palavra não existe
apagadas definições
significados sem razão
pensamentos sem sentido








Parar
voltar a andar
correr,
alcançar o caminho


relembrar significados


recordar Palavras


redefinir sentidos...

quinta-feira, 25 de março de 2010

Olhos


Ver o brilho no olhar
A esperança revigorar
Sentir amor no coração
É bem mais que gratidão
Caminho para a paz
Sentimento que vicia
Poder ver a alegria
Recuperar harmonia
Que belos olhos eu vi...

quarta-feira, 17 de março de 2010

sábado, 13 de março de 2010

Nuvens







Aparenta algodão doce
cativa imaginação,
ganha formas e disformas
junto da lua e do coração.

quinta-feira, 11 de março de 2010

terça-feira, 9 de março de 2010

Sol


És simples raio e sol...

inundas com luz pensamentos guardados
sótão esquecido ou recanto escondido

tonificas um sentido
revigoras consequências
emolduras em vitrinas
tornas efémera a beleza...

definir-te...o maior erro
sentir-te... a maior justiça

domingo, 7 de março de 2010

sábado, 6 de março de 2010

Tic Tac


tic tac
rio que corres
ouvir a tua melodia suave e terna
cheia de beleza e paz

tic tac
rio que corres
segues a tua natureza
enfrentas os teus medos
deslizas nos teus receios

tic tac
rio que corres
o teu brilho reflecte felicidade
a simplicidade do teu curso,
aparência de plenitude

tic tac
rio que corres
escondes um ice berg de determinação,
fúria de vencer e um ritmo familiar...

tic tac

quarta-feira, 3 de março de 2010

O que nos define



A imagem da razão, ou a razão imaginada,
o sentimento aberto, ou página virada
os livros que lemos, ou lição retirada.
O que arrepia a pele,
uma carícia sussurrada, ou olhar de vida amargurada
crescer livre, ou à chapada
ser forte, ou melindrada
a consciência do nada...

terça-feira, 2 de março de 2010

sábado, 20 de fevereiro de 2010

Ondas


Ondas que enrolas

remexes o sal destas águas imensas,
temperas segredos que te são revelados
captas tanto o nosso olhar...

Ondas que enrolas

ajudas as estrelas a espelhar o seu sentido
retornas suspiros salgados que inspiras
conspiras e emanas brisas frescas

Ondas que enrolas

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Árvore



Tema simbólico mais rico e mais difundido. Símbolo da vida, em perpétua evolução e em ascensão para o céu, ela evoca todo o simbolismo da verticalidade.

Árvore põe igualmente em comunicação os três níveis do cosmo: o subterrâneo, através de suas raízes sempre a explorar as profundezas onde se enterram; a superfície da terra, através de seu tronco e de seus galhos inferiores; as alturas, por meio de seus galhos superiores e de seu cimo, atraídos pela luz do céu.

Simbólica: raízes (terra); galhos (céu) — universalmente considerada como símbolo das relações que se estabelecem entre a Terra e o Céu.
*in index-dias-com-arvores

Gratidão



Ouvimos dizer que é nas dificuldades que se reconhecem os amigos

mas

sentir é diferente...

domingo, 31 de janeiro de 2010

Sunscreen



Obrigada Ricardo!!

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Janela





A procurar a janela que se abre quando a porta se fechou.

Música

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Folha



Deixar a folha percorrer o seu caminho...
Presumir o seu percurso,
será gesto de decisão!

Aceitar a dor da liberdade...

domingo, 24 de janeiro de 2010

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Agradecimento



Obrigada a todos aqueles que de alguma forma ajudam a remover nuvens para fazer o sol brilhar!

domingo, 17 de janeiro de 2010

Procura ou espera



Procura ou espera?

Por agora tento descanso...

sábado, 16 de janeiro de 2010

Música

Definição



Não são linhas, não são traços...
É quando mexes os braços!
Não são cores nem sabores,
Será força dos teus passos?

Estás imóvel de momento,
o que decorre do pensamento?
Ficam linhas e ficam traços...
E nunhum reconhecimento!

domingo, 10 de janeiro de 2010

Sombra



Por de trás desta imagem estás tu raio de sol.
Encontro definição de forma contida,
a ilusão!

Raio de sol...
projectas...
e a aparência contornada da tua face iluminada,
chega a mim...
Bela de certo!

Mas irreal...

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

História


Quem és tu?

Desconhecida que passas à minha janela...
Acenas com gestos
que deveria reconhecer...

Não pertenço à tua história...

Quem és tu?

Desconhecida que insistes
em envolver-te no teu caminho...
Não sei que queres...

Quem és tu?

Viras a página ao sabor do vento
Porque me queres cravar
nas folhas desta capa?

Quem és tu?

domingo, 3 de janeiro de 2010

sábado, 2 de janeiro de 2010