sexta-feira, 30 de abril de 2010

Caminhante


Caminhante


segreda a textura do teu caminho
conta o cheiro da tua viagem
o que sentes enquanto quando vives?

Já não sabes de onde vens

nem queres saber para onde vais...


apenas aprecias a passagem



quarta-feira, 28 de abril de 2010

quinta-feira, 15 de abril de 2010

Mendigo

Mendigo que vives da soleira da porta

Pés gretados, contam histórias de caminhos tentados

Olhos ausentes, reflectem a existência de vida para além de seu corpo

Mãos grosseiras, não sabem o que agarrar



Quantas histórias pretendes contar?

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Gota Breve









Com suavidade, suspiras
Transpiras confiança iluminada
Deslizas secretamente
Gota breve... és encantada

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Sentidos

Fechar os olhos
Querer descansar o olhar e...

Ver luz que encandeia
Zumbidos desinteressantes
Temperaturas desconfortantes
Gosto adocicado
Força bruta a reclamar

Acessórios de ilusão

quarta-feira, 7 de abril de 2010

terça-feira, 6 de abril de 2010

Lutas inesperadas








Medem forças e razões
passam medos e solidões
questionam os sentidos








limites desvanecem
a Palavra não existe
apagadas definições
significados sem razão
pensamentos sem sentido








Parar
voltar a andar
correr,
alcançar o caminho


relembrar significados


recordar Palavras


redefinir sentidos...